sábado, 30 de maio de 2015

quinta-feira, 28 de maio de 2015

[Canteiro] Diferenças



(Extraído de https://youtu.be/x2smKCe72C0)

Linda música em Libras...
 Todo mundo é igual,
sendo diferente!
Todo mundo é diferente,
sendo igual!!

Grande abraço!!


sábado, 23 de maio de 2015

Uma palavra relevante para o controle interior

Prezados amigos das Letras e das Artes,


Abaixo poderão ler um fragmento,  extraído do Espírito Freemind, de Augusto Cury:

 
 

O Mestre dos Mestres do gerenciamento dos pensamentos


"As habilidades intelectuais de Jesus abalaram a ciência moderna não pela sua espiritualidade, mas pela sua exímia capacidade de gerenciar seus pensamentos. Os estímulos estressantes e as pressões sociais que viveu desde a infância poderiam transformá-lo numa pessoa irritada, impulsiva, sem controle das suas reações, mas sua mente era calma como uma lagoa plácida. Era tão tranquilo que talvez tenha sido o único na história que teve a coragem de convidar as pessoas a beber da fonte da sua mansidão. Somente alguém que é líder dos seus pensamentos pode ser tão sereno.
Toda pessoa que é marionete das suas ideias negativas vive como um mar agitado. Acena para a tranquilidade de longe, não consegue sentir seu aroma. Toda pessoa controlada por seus pensamentos negativos ou antecipatórios vive como uma folha desprendida da árvore, levada pelos ventos das circunstâncias, sem direção nem estabilidade.
O Mestre da vida sabia quando e como iria morrer. Como ele sabia disso? Não sabemos. Além disso, esse assunto entra na esfera da fé, e, portanto, a ciência se silencia. Entretanto, na investigação científica podemos dizer que mesmo essa fonte de estímulos estressantes não desgastou sua energia cerebral nem debilitou seu corpo físico. Por quê?
Porque ele tinha consciência do amanhã, mas não gravitava em torno dele. Ele até nos vacinou contra a SPA*, dizendo: "Basta a cada dia seu próprio mal." Ele se recusava a acelerar seu pensamento e a sofrer por antecipação. Seu Eu era o ator principal no teatro da sua mente. Ele vivia o presente.
Ele governava seus pensamentos, criticava silenciosamente as ideias que lhe assaltavam a paz. Só admitia pensar nos problemas futuros o suficiente para tomar consciência deles e se preparar para superá-los. Ele determinava viver apenas os problemas reais do presente. Sabia fazer uma faxina nos solos da sua mente. Você sabe fazer essa faxina?"
 Até breve!
PS.: *SPA = Síndrome do Pensamento Acelerado

sexta-feira, 22 de maio de 2015

HISTÓRIA - Inédita!!

Prezados amigos das Letras e das Artes,

Como é bom contar histórias...

De todos os jeitos... histórias de livros, histórias da memória, contos, fábulas...

Como é bom ouvir histórias...
Contadas com emoção, com sentimento, brilho nos olhos e amor no coração...



Era uma vez ....
Assim começam muitas histórias.

Era uma vez uma formiguinha...

Mas, não era qualquer formiga, não!

Era uma simpática formiguinha, trabalhadeira que só!

Como ela, muitas outras, mas essa era especial!

Quando uma formiga de sua "tribo" cansava ou estava carregando um alimento muito pesado, lá ia ela, correndo, rapidinho, prestar sua ajuda e às vezes, até carregar sozinha, quando a outra formiga, sem forças já estava.

Que formiga sensacional!

Ah! Quem dera todos fossem assim como  esta formiguinha... sensacionais...


Pensemos nisto! Sejamos sensacionais!!



Sejamos assim: amorosos e amigos. Fazendo o bem, vivendo a vida com alegria, na bonança ou na dificuldade... Pois, a diferença, nesta vida,  é a gente que faz!


Até breve!
raquelcorreiaescritora.blogspot.com/

(* Ilustrações extraídas do site: www.cantinhodesonhos.com.br )

quinta-feira, 21 de maio de 2015

quarta-feira, 20 de maio de 2015

AUTISMO 3

Prezados amigos,

Eis aqui mais um vídeo muito interessante sobre o tema AUTISMO.

Espero que seja útil para esclarecimentos.


Até breve

terça-feira, 19 de maio de 2015

AUTISMO 2

Prezados amigos,

Estou postando um vídeo sobre o autismo, espero que seja útil para o esclarecer um pouco mais sobre esta síndrome.
(Extraído do you tube)

segunda-feira, 18 de maio de 2015

AUTISMO 1



Prezados amigos,
Eis aqui algumas informações sobre o autismo, obtidas através do site http://www2.uol.com.br/vyaestelar/dieta_autismo.htm

Espero que sejam úteis para todos que se interessam pelo tema.

"Os autistas são muito resistentes à introdução de novos alimentos na dieta. Mas procure estimular o consumo da maior variedade de alimentos para evitar deficiências nutricionais como a falta de vitamina e minerais" O autismo foi descrito pela primeira vez em 1943, pelo dr. Léo Kanner e Hans Asperger como um distúrbio do desenvolvimento humano e hoje, apesar de 6 décadas de pesquisas intensas essa doença ainda é considerada um desafio para a ciência.

Ele é considerado uma síndrome caracterizada por transtornos qualitativos e quantitativos de interação social, comunicação e uso da imaginação. Os sintomas surgem nos primeiros 36 meses de vida. *Em média 60 a 65% dos autistas sofrem de retardo mental e 15 a 30% de convulsões.

Hoje o autismo é nomeado como “síndrome do espectro autista” porque o quadro clínico é muito variado, existem autistas com elevado grau de desenvolvimento intelectual e sociabilidade e outros que apresentam um quadro severo de retardo mental e insociabilidade.

O autista não interage com outras pessoas, ele pode entrar em uma sala com várias crianças e não brincar com elas. Muitos são resistentes à mudança de rotina. Existem relatos de autistas que não reconheceram o caminho para escola porque o pai mudou o percurso ou não queriam ir para a aula porque a camiseta do uniforme tinha mudado de cor. Eles não mantêm o contato visual, usam as pessoas como ferramenta para conseguirem o que querem. Apresentam risos e movimentos inapropriados, modo e comportamento arredio, giram objetos de forma bizarra e peculiar, não demonstram medo de perigos reais, agem como se fossem surdos e resistem ao contato físico.
Quando você olha para um autista sua aparência é de uma pessoa normal. Somente quando se observa o seu comportamento percebe-se que ele é diferente. Para o diagnóstico, é imprescindível que os profissionais envolvidos sejam treinados e capacitados, pois é baseado em avaliação clínica.
Essa síndrome pode ocorrer em qualquer família, não escolhe raça ou classe social. A prevalência mundial é de *15-20 autistas para cada 10.000 habitantes. Nos Estados Unidos *dados de 2008, mostram uma incidência maior, ou seja, de 1 em cada 150 crianças, com tendências a aumentar esse número. O sexo masculino é mais afetado cerca de 3 homens para cada mulher, embora ainda não se tenha uma explicação científica para isso. O número de novos casos diagnosticados aumenta em média 3,8% ao ano, isso se deve ao maior número de diagnósticos de casos leves. Antigamente pouco se sabia sobre a doença, por isso apenas casos mais severos eram identificados.
O único dado oficial do Brasil revela a existência 600.000 autistas, mas estima-se que existe pelo menos um milhão de casos não diagnosticados. O ano passado o Ministério da Saúde iniciou uma pesquisa para levantar a real prevalência no país.
A causa do autismo ainda é desconhecida existe uma associação entre fatores genéticos e ambientais.
Os fatores genéticos estão relacionados a alterações neurológicas, mas até o momento não existe nada definido de forma conclusiva.
O fator ambiental está ligado às condições pré e pós-natal como a ocorrência de rubéola durante a gravidez, baixo peso ao nascer, complicação durante o parto e dificuldade respiratória.
Para que se tenha um bom prognóstico com relação ao tratamento, é preciso que seja realizado um diagnóstico precoce. Um diagnóstico seguro pode ser realizado antes da criança completar dois anos de idade, desde que alguns aspectos clinicos não sejam desprezados. As crianças autistas normalmente têm histórico de infecções e alto consumo de antibióticos nos primeiros anos de vida. As fezes podem ter aparência mucosa, e de coloração variante, entre amarelo, esverdeado e avermelhado, e podem ter odor de mofo com intensa flatulencia (gases). Apresentam sinais caracteristicos de alergias, como olheras, olhos inchados, cilhos compridos. Embora se alimentem bem podem apresentar aspecto de subnutrição. Frequentemente apresentam abdomen distendido, e inchado, com intensa movimentação visceral. Apresentam mau hálito. Podem apresentar regressões no desenvolvimento, após uso de vacinas. Mais de 60% das crianças autistas têm pais com histórico de propensão a doenças alérgicas, incluindo asma e alergias de pele.
O autismo não tem cura. O tratamento deve envolver uma equipe multidisciplinar e tem como objetivo melhorar a qualidade de vida através do controle dos sintomas comportamentais e condicionamento do indivíduo à vida social respeitando suas limitações. Devido às incertezas sobre sua causa existem várias propostas de tratamento.
Tradicionalmente as linhas comumente adotadas são: tratamento farmacológico onde a prescrição medicamentosa atua sobre os sintomas e a intervenção psicopedagógico que consiste em terapia fundamentada em associação, rotina e aprendizado.
Em conjunto com estes tratamentos outros podem ser integrados como a psicoterapia, fonoaudiologia, musicoterapia e equoterapia.
Extraído, com adaptações : *www.autism.com
artigo científico: WHITE, J.F. Intestinal Pathophysiology in Autism.Exp Bio Med. v.228, p. 639-649, 2003.
Maiores informações com a autoria do texto:  www.jocelemsalgado.com.br

domingo, 10 de maio de 2015

Mãe - Lindo Poema

Prezados amigos,
Para este dia especial...



Mãe - Lindo Poema

Maior  amor  não  se encontra
Amiga, meiga, Adornada com
 Elegante sorriso                       

O sorriso de alegria por ter o filho  nos braços,
Sua cria,
Seu maior bem
Sua herança
Promessa de DEUS!

Mãe,
Palavra que entoa o lindo poema
das canções do dia
do cuidado constante
de um grande coração

Mãe,
Lindo poema humano 
Criado por Deus
com ternura e beleza


Teu sorriso e teu choro
são canções
Teu grito e tua gargalhada,
Expressões
Tua garra e certeza, 
demonstram coragem
de viver 
de amar 
 de ser


SER VOCÊ!
SER ESPECIAL!
SER MÃE!

FELIZ DIA DAS MÃES!!




Com meu carinho para todas as mães!
raquelcorreiaescritora.blogspot.com/